We, the people

No final de outubro, a Casa Branca começou a responder às demandas da população que chegam na forma de petições online, pelo site We the people. O site foi criado pela própria Casa Branca, como uma das iniciativas de e-gov do governo americano.

A primeira petição respondida requeria o perdão da dívida de estudantes. O governo não concedeu o perdão, mas ofereceu um novo plano de pagamento (renegociação).  A resposta foi publicada no site e também enviada por email para os 32mil cidadãos que assinaram a petição.

Depois foi a vez da resposta sobre a legalização da maconha. O governo americano alegou motivos de saúde pública para não legalizar a droga.

Evidentemente, pode-se discutir se as petições estão sendo atendidas ou não, mas a iniciativa, por si só, é valorosa porque o governo é obriga-se a responder oficialmente, por escrito,  as demandas da população.

Como deveria ser, não?