huduma – uma plataforma para mudar a cadeia de valores

 

A ONG Social Development Network (SODNET) e o Kenya Treatment Access Movement fizeram uma parceria com a Associação médica do Kenya e lançaram o Huduma, uma plataforma online para dar voz aos cidadãos sobre os serviços de saúde oferecidos no país. Outros serviços básicos também estão sob o olhar dos quenianos nesta plataforma, que pretende mudar a cadeia de valores do sistema a partir da demanda dos cidadãos.

Aliás, alguns já chamam o Quênia de “Vale do Silício da África”.

Vale ver e questionar: por quê ainda não fizemos isso no Brasil?

Advertisements

“Criatividade, não destruição, deve ser medida de grandeza” Fela Kuti

Google Africa Blog

Parece que o Google (precisa de link?), além de mim e do ex-presidente Lula, tem um especial interesse no continente Africano. Eles acabam de lançar o Google Africa Blog, uma fonte de notícias sobre a África sub-saariana com calendário de eventos da empresa na região.

Outras ações já foram feitas no continente. Um esforço conjunto para colocar o sul do Sudão (que deve se tornar um novo país) no google maps, com colaboração de algumas instituições e pessoas que já moraram no local; g|funze, um workshop para professores ensinarem com uso da tecnologia; o lançamento de um domínio próprio da Somália; AdSense para conteúdo Mobile na Nigéria; além de eventos específicos para desenvolvedores em alguns países, 0 G-Camarões, G-Nigéria, G-Ghana, G-Quênia e G-Uganda desde 2010.

Lembrei desta frase do grande Fela Kuti (não pensem que estou afirmando que as intenções da empresa são altruístas):

“… Criatividade, não destruição, deve ser medida de grandeza. Se você não pode criar qualquer coisa que fará sua vida, ou a de um ser humano melhor, caia fora do caminho. Vá embora! Desapareça! E dê a outros uma chance.”